←  ↓  ↓   →

COMPARTILHE ↓↓↓ SHARE

COMO CURAR INFECÇÃO URINÁRIA E PEDRA NOS RINS ATRAVÉS DA CRANBERRY (CRANBERRIES - OXICOCO - AIRELA - MIRTILO VERMELHO) - ESTUDO CIENTÍFICO


Oxicoco, Airela, Mirtilo Vermelho são nomes comuns no Brasil para designar a pequenina fruta chamada de "Cranberry" onde na 240ª Reunião Nacional da Sociedade Química Americana, os cientistas reconheceram que há evidências suficientes para apostar na frutinha, que se parece com uma cereja, na prevenção de doenças como infecções urinárias.
— Esse reconhecimento tem importantes implicações, considerando o tamanho do problema e os custos à saúde pública gerados por ele — defendeu, em um estudo apresentado na reunião, a médica Terri Anne Camesano, do Instituto Politécnico de Worcester.
Segundo a pesquisa, as infecções do trato urinário resultam, somente nos Estados Unidos, em 8 milhões de consultas médicas ao ano, a um custo total de mais de US$ 1,6 bilhão.
Essas infecções são causadas por bactérias e atacam a uretra, o canal por onde a urina é excretada do organismo, e os rins. Mulheres são as vítimas mais frequentes e, de acordo com Camesano, uma em cada três já tiveram algum tipo de infecção do trato urinário. Estudos sugerem, porém, que apenas metade das mulheres que sofrem do problema procuram cuidados médicos quando têm os sintomas, que incluem sensação de queimação e urgência para urinar.
No estudo, a médica explica como o suco de "Cranberry" luta contra a bactéria E.coli, mais comum causa de infecções do trato urinário. Em laboratório, os cientistas cultivaram cepas da bactéria, obtida de voluntários saudáveis antes e depois de consumir o suco. A mistura de "Cranberry", água e acúcar é a forma mais tradicional de ingestão da bebida. Então, os pesquisadores investigaram se a E.coli, nessas amostras, conseguiria formar biofilmes, camadas finas produzidas pelas bactérias, que foram um ambiente ideal para elas viverem e se multiplicar.
A conclusão foi que o Suco de Oxicoco impede que a E.coli se una a outras bactérias para formar o biofilme. Sem crescer nem se reproduzir, a bactéria acaba sendo expulsa do trato urinário. Por isso, após oito horas da ingestão da bebida, as mulheres ficam protegidas contra os efeitos maléficos.
A médica faz questão, porém, de expressar sua preocupação com a automedicação. Embora recomende o suco como prevenção das doenças do trato urinário, ela diz que todas as pessoas que suspeitem de uma infecção devem procurar o serviço de saúde. As infecções do trato urinário podem progredir rapidamente e, se não tratadas com antibióticos, resultam em problemas graves, principalmente em crianças, doentes crônicos e idosos.

amp

VEJA TAMBÉM: CLIQUE ↓↓↓

☺☺☺

←  ↓  ↓   →