←  ↓  ↓   →

COMPARTILHE ↓↓↓ SHARE

A CURA DO CÂNCER DEPOIS DE FICAR VICIADA EM ALFACE POR UMA BRITÂNICA COM CÂNCER DE MAMA



Elsie Campbell, de 59 anos, começou a ter desejo de comer as folhas repentinamente, mas não sabia o motivo. Ela contou que chegava a comer três ou quatro alfaces por dia.

"Eu comia uma alface inteira no trabalho e depois, no caminho para casa, no ônibus, ficava pensando em comer mais e mais", disse ela.
"Eu sabia que alguma coisa estava errada e meu marido e meus filhos começaram a ficar preocupados comigo."
Algumas semanas depois, ela descobriu um pequeno nódulo em um dos seios.

Seu marido Jim, um cientista forense, começou a fazer pesquisas para tentar entender a vontade da esposa de comer a verdura e descobriu que a alface contém sulforafano, um composto com propriedades antioxidantes, e que seria uma das substâncias das quais o corpo precisa quando está combatendo um câncer.
Elsie consultou um médico e foi diagnosticada com câncer de mama. Segundo ela, depois da operação para retirar o tumor, o desejo de comer alface desapareceu e ela se recuperou completamente.

Desejos de grávidas
Jim Campbell acredita que a esposa estava sofrendo de um raro distúrbio alimentar que fazia com que ela ficasse com vontade de comer um alimento que daria a ela nutrientes e minerais que estavam faltando em seu corpo.
"O desejo dela por alface foi um sinal de alerta, se ela não tivesse suspeitado que algo estava errado, ela provavelmente não teria achado o nódulo ou certamente não teria ficado tão preocupada com ele", diz Jim.

A médica Sarah Schenker, da Sociedade de Nutrição da Grã-Bretanha, acha que a teoria é plausível, mas não pode ser comprovada cientificamente.
"Há quem defenda que nossos corpos seriam capazes de associar o alimento aos nutrientes presentes nele. Isso explicaria o desejo de uma grávida por carne, quando ela tem uma deficiência de ferro, ou por leite, quando ela precisa de cálcio. O corpo poderia estar indicando o que ele precisa, mas nada foi comprovado cientificamente", disse ela à BBC Brasil.

"O que foi comprovado é que a alface, como outros legumes verdes, contém substâncias que podem evitar câncer e ataques cardíacos, por exemplo, e que trazem enormes benefícios em termos de saúde."
Website
O caso de Elsie fez com que Jim Campbell decidisse estudar a relação entre os nutrientes e as doenças. Ele escreveu um livro e criou um website, o www.questionmyhealth.com, onde os usuários podem fazer testes para verificar se têm alguma deficiência nutricional.
"Algumas doenças crônicas, como diabetes ou mal de Alzheimer, podem levar 20 anos para se desenvolver, mas seu corpo pode dar pistas antes se você souber onde procurar", disse ele.

A Sociedade de Nutrição da Grã-Bretanha, no entanto, acha que é preciso cautela ao lidar com este tipo de conselho.
"Qualquer iniciativa que motive as pessoas a ter uma dieta mais saudável é positiva, mas é preciso analisar casos individualmente e ter certeza de que as informações que são divulgadas se aplicam a todo mundo", afirmou Schenker.

BBC BRASIL

amp

VEJA TAMBÉM: CLIQUE ↓↓↓

☺☺☺

←  ↓  ↓   →